Sindicatos são os verdadeiros Golias da Educação

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

A AFT (American Federation of Teachers), sindicato de professores nos Estados Unidos, é uma das entidades mais ricas, poderosas e influentes do país. Só em 2016, eles gastaram 20 milhões de dólares nas campanhas de políticos, como Hillary Clinton. No ranking de doadores para políticos nos Estados Unidos, de uma lista de 18.500, a AFT é o 21° maior doador.

Sentindo-se ameaçados pela pressão popular pelo direito de escolher onde matricular seus filhos, este poderoso sindicato resolveu apelar para a desonestidade intelectual. Buscando angariar apoio popular, tem invertido fatos e reinventado a História do país. Posando de “coitadinhos,” dizem-se Davi diante de Golias, que, para eles, é o movimento School Choice. Este é o movimento que nos Estados Unidos engloba diferentes modalidades de financiamento público para escolas privadas, assim como o acesso às ‘charter schools’, que são públicas, mas administradas pelo setor privado. Essas oportunidades de escolha favorecem principalmente crianças não brancas que moram em distritos cujas escolas públicas são ruins.

Alguns dados: no programas de School Choice da Flórida, o maior do país, 68% dos 100.000 bolsistas são negros ou hispânicos com renda mensal inferior à média local. Em Washington, D.C., 97% dos bolsistas também são minorias de baixa renda. No programa de Louisiana, eles são 88%.

No entanto, somando falta caráter com burrice, a presidente da AFT, Randi Weingarten, resolveu acusar de racistas os pais que lutam pra tirar seus filhos de escolas públicas ruins para matriculá-los em ‘charter schools’ ou usar vouchers em escolas privadas. Fingem ignorar que são justamente os que sofrem discriminação os que de maneira geral moram nesses distritos e que se agarram a chances de poder dar uma educação melhor a seus filhos.

Por que é importante acompanhar esses movimentos? Porque precisamos estar preparados para todo tipo de artimanha que venha de sindicatos quando formos implantar qualquer iniciativa de financiamento público para educação privada no Brasil. Lá como cá, os sindicatos não querem perder suas boquinhas, suas mamatas, seus milhõe$. Vão mentir, manipular e lutar pra mantê-los ainda que isto custe a educação dos mais pobres, justamente aqueles que cinicamente dizem defender. 

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Comentários